segunda-feira, 28 de junho de 2010

Emoção Art.ficial 5.0 - Itaú Cultural

A quinta edição do Emoção Art.ficial começa nesta quinta, dia 1º de julho, na sede do Itaú Cultural em São Paulo. A mostra encerra a trilogia de exposições inspirada na cibernética, disciplina que explora as possibilidades de interação entre sistemas, que podem ser tanto máquinas quanto seres vivos. Agora, em 2010, a exposição é norteada pela noção de autonomia: sistemas ou obras de arte que determinam as próprias regras de interações. Grosso modo, é como se as máquinas percebessem que seu próprio comportamento leva a coisas vantajosas ou prejudiciais aos seus objetivos. Com isso, podem mudar de ideia e agir como se tivessem "personalidade".

Para discutir, refletir e provocar as mentes inquietas para ideias tão complexas, a bienal vem sempre acompanhada de um simpósio internacional, que coloca em debate pensadores de diversas áreas. Os encontros ocorrem entre 1º e 3 de julhoe todos eles são transmitidos ao vivo no site www.itaucultural.org.br, com opções de tradução em português ou inglês e espaço para perguntas e comentários dos internautas.

exposição
quinta 1 de julho a domingo 5 de setembro
terça a sexta 9h às 20h
sábado domingo feriado 11h às 20h

simpósio
quinta 1 de julho a sábado 3 de julho
quinta 19h
sexta 19h
sábado 16h e 19h

Instituto Akatu lança relatório “Estado do Mundo” em português

Fonte: Instituto AKATU
Documento aponta que, sem mudança cultural que valorize a sustentabilidade em vez do consumismo, nada poderá salvar a humanidade dos riscos ambientais e de mudanças climáticas

O Instituto Akatu pelo Consumo Consciente lança na próxima quarta-feira, dia 30 de junho, a versão em português do relatório “Estado do Mundo – 2010”, uma das mais importantes publicações periódicas mundiais sobre sustentabilidade.

Produzido pelo Worldwatch Institute (WWI) – organização com sede em Washington (EUA) – o “Estado do Mundo” traz anualmente um balanço com números atualizados e reflexões sobre as questões ambientais.

Neste ano, o tema é “Transformando Culturas – do Consumismo à Sustentabilidade” e aborda as mudanças no consumo, sob a ótica da economia, negócios, educação, mídia e movimentos sociais.

Eduardo Athayde, diretor da WWI fará a apresentação do estudo. Em seguida, ele compõe a mesa de debate com Ricardo Abramovay, professor titutar da Faculdade de Economia da Universidade de São Paulo (FEA-USP) e presidente do Conselho Acadêmico do Instituto Akatu e Lívia Barbosa, diretora de pesquisa do centro de Altos Estudos da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e membro do Conselho Acadêmico do Instituto Akatu. O debate será mediado por Hélio Mattar, diretor-presidente do Instituto Akatu.

O Relatório
Segundo dados do relatório, na última década, a humanidade aumentou seu consumo de bens e serviços em 28%. Somente em 2008, foram vendidos no mundo 68 milhões de veículos, 85 milhões de refrigeradores, 297 milhões de computadores e 1,2 bilhão de telefones celulares.

Para produzir tantos bens, é preciso usar cada vez mais recursos naturais. Entre 1950 e 2005, a produção de metais cresceu seis vezes, o consumo de petróleo subiu oito vezes e o de gás natural, 14 vezes. Atualmente, um europeu consome em média 43 quilos em recursos naturais diariamente – enquanto um americano consome 88 quilos, mais do que o próprio peso da maior parte da população.

Além de excessivo, o consumo é desigual. Em 2006, os 65 países com maior renda, que somam 16% da população mundial, foram responsáveis por 78% dos gastos em bens e serviços. Somente os americanos, com apenas 5% da população mundial, abocanharam uma fatia de 32% do consumo global. Se todos vivessem como os americanos, o planeta só comportaria uma população de 1,4 bilhão de pessoas. Atualmente já somos quase 7 bilhões, e projetam-se 9 bilhões para 2050.

A pior notícia é quem nem mesmo um padrão de consumo médio, equivalente ao de países como Tailândia ou Jordânia, seria suficiente para atender igualmente todos os habitantes do planeta. A conclusão do relatório não deixa dúvidas: sem uma mudança cultural que valorize a sustentabilidade e não o consumismo, não haverá esforços governamentais ou avanços tecnológicos capazes de salvar a humanidade dos riscos ambientais e de mudanças climáticas.

Editado há 28 anos e em cerca de 30 idiomas, o “Estado do Mundo” é publicado no Brasil desde 1999 pela Universidade Livre da Mata Atlântica (UMA), representante do WWI no Brasil. Neste ano, o Akatu foi convidado para a parceria devido ao tema abordar especificamente sustentabilidade e consumo. “Ao longo da sua existência, o Akatu vem se estabelecendo como referência no Brasil em abordagem de questões referentes ao comportamento de consumo, razão pela qual recebemos essa honrosa responsabilidade do Worldwatch Institute”, afirma Mattar.

“Este relatório proporcionará o acesso a informações abrangentes a respeito de uma vida mais saudável ambiental e socialmente, para toda a sociedade”, comenta Athayde

Para o presidente do Akatu, o “Estado do Mundo” é uma ferramenta primordial de consulta para todos aqueles que têm alguma intenção de cooperar com a preservação do planeta. “O relatório é um choque de realidade. Um material que impulsiona a todos os que têm acesso a ele a agirem em benefício da Terra”, conclui Mattar.

A edição do Estado do Mundo em português e o evento de lançamento são patrocinados pelo Itaú, parceiro pioneiro do Instituto Akatu.
Após o lançamento oficial no dia 30, o relatório estará disponível para ser baixado gratuitamente nos sites do Akatu e do WWI.

Lançamento do relatório “Estado do Mundo-2010” (versão em português)
Data: 30/06/2010
Horário: das 10h30 às 12h30
Local: Livraria Cultura, no Conjunto Nacional – Teatro Eva Herz
Endereço: Av. Paulista, 2.073 – Bela Vista

Para Saber Mais: CBN

Curso de Captação de Recursos

Objetivo : Estimular o Rede em pensamento , Olhar pra fóruns dos muros da Instituição , a lógica da sustentabilidade , materiais de Apoio , humano Contato e relacionamentos , reunioes de Negociação , os " NÃO "E A Manutenção do Contato , os " SIM " eofeedback , fidelização e pós- captação .


Conteúdo Programático : Captação de Recursos / Marketing Social / Planejamento / Plano de Captação de Recursos / O Papel , a Missão EA Profissão do Captador de Recursos / Responsabilidade Social / Ameaças e Oportunidades do Mercado de Terceiro Setor / Fontes de Recursos ( NACIONAIS E INTERNACIONAIS ) Auditoria / e Prestação de Contas / Elaboração de cartas e Propostas de parceria.


Público - Alvo : Gestores do Terceiro Setor , Produtores Culturais , estudantes e se interessados .


Facilitador : Marcelo Estraviz empreendedor e Social palestrante , e escritor . Atualmente preside uma ABCR ( Associação Brasileira de Captadores de Recursos ). Nos últimos anos Atuou Na área governamental , tendão Ocupado Posições de Instituições em direção e Projetos Ligados à Prefeitura , AO Estado de São Paulo e União Européia . É conselheiro da Ongs " Trópis ", descentro "e" The Hub ", presidente da Associação de ex- alunos do Colégio Miguel de Cervantes e co -autor do livro " Captação de Diferentes Recursos parágrafo da Sociedade Organizações " .


Data: 29 e 30 de junho, das 16 as 22h como.

Local : Centro de Estudos da UNACON , SCS Quadra 8, Bloco B50 , 4 º. Andar . Edifício Venâncio 2000 (ao lado do Pátio Brasil). Brasília / DF .


Investimento : R $ 250 (duas Vezes dividido em nenhum Cartão OU cheque) e R $ 220 parágrafo Pagamento à vista . Confira Valores promocionais Grupos Pará!


sábado, 26 de junho de 2010

O Pasquim: A Subversão do Humor


O documentário conta – por meio dos depoimentos de seus principais criadores como Jaguar, Ziraldo e Sérgio Cabral – a história desse jornal revolucionário e de como ele influenciou a história do país.
Fonte: Baixe e Use da TV CAMARA

Portal do Teatro Mágico

O CASA XV convida a todos os internautas a visitarem o novo site do Teatro Mágico com mais informações, videos, mp3 e atualização semanal de fotos de shows com textos descritivos sobre cada apresentação.

Portal da Trupe do Teatro Mágico. E também na guia de sites do CASA XV.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

170 produções originais da TV Câmara para você e Entidades Culturais

S

Catálogo de vídeos em alta resolução


Este catálogo reúne 170 produções originais da TV Câmara. São documentários, séries de reportagens, interprogramas informativos e matérias jornalísticas que podem ser usados como material audiovisual de apoio na sala de aula e em reuniões temáticas.

Os vídeos podem ser copiados e armazenados em qualquer computador ou pen-drive. Estão codificados em um formato que permite a reprodução em qualquer programa de execução de mídia como VLC, QuickTime Player, Windows Media Player, Media Player Classic, Real Video, etc.

As produções estão divididas por eixo temático e categoria de programas.

Série “Constituindo”: André Fischer (Ass. Cultural Mix Brasil) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Beth Carvalho (cantora) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Chico Caruso (cartunista) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Elisa Lucinda (atriz e poetisa) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Elke Maravilha (atriz) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Juliana Oliveira (apresentadora de TV) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Julio Medaglia (maestro) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: MV Bill (cantor) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Paulo Lins (escritor e roteirista) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Roberto Corrêa (violeiro) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Rui Amaral (artista plástico) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Sérgio Mamberti (ator) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Tico Santa Cruz (músico) (Interprograma - Cidadania)

Série “Constituindo”: Zico (técnico de futebol) (Interprograma - Cidadania)

Visite a página e faça uso desta ferramenta: Site

CTO na IV Conferencia Nacional de Saúde Mental - Brasília


Fonte: CTO - Centro de Teatro do Oprimido

De 27 junho a 01 de julho, em Brasília, DF, acontece no Centro de Convenções Ulisses Guimarães a IV Conferência Nacional de Saúde Mental que tem como tema a Intersetorialidade. O Centro de Teatro do Oprimido fará parte das atividades através das experiências do Projeto Teatro do Oprimido na Saúde Mental. Patrocinado pelo Ministério da Saúde, por intermédio da Coordenação Nacional de Saúde, o Projeto tem por objetivo a capacitação e acompanhamento de profissionais da saúde de Sergipe, Rio de Janeiro e São Paulo, nas técnicas do Teatro do Oprimido, levando a transformações políticas e uma relação mais humana entre os pacientes, seus familiares e estes profissionais.

A parceria estabelecida há cinco anos entre o Centro de Teatro do Oprimido (www.cto.org.br) e o Ministério da Saúde, tem levado a transformações políticas e a uma relação mais humana entre os pacientes, seus familiares, estes profissionais e a sociedade. Mais de 250 profissionais foram capacitados e estão aplicando as técnicas do Teatro do Oprimido em hospitais e Centros de Atenção Psicossociais (CAPS). Desde que o teatro entrou na vida dessas pessoas os períodos de depressão diminuíram, a adesão ao tratamento aumentou e a vontade de viver ressurgiu.

No dia 29 de junho o sociólogo e coordenador do Projeto, Geo Britto, participa da mesa de debate “Painel Cultura”. Já no dia 30, na Tenda Austregésilo Carrano, às 12:30h, acontece oficina demonstrativa de Teatro do Oprimido ministrada por Monique Rodrigues e Alessandro Conceição, curingas do Projeto. Ainda no dia 30 haverá, às 19h, no auditório do Centro de Convenções, a apresentação da cena de Teatro-Fórum “A família de todos os Santos” com o Grupo Cuidando do Cuidador. A peça conta a história de Gerusa que é atendida por uma cunhada, até que a irmã reivindica a sua guarda por pensar que ela está recebendo benefício do INSS. O grupo Cuidando do Cuidador existe há um ano e é formado por familiares, usuários e técnicos do Caps Senador Renildo Santana, em Itabaianinha/SE.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Solidão - Grupo de Pesquisa Vocalidade & Cena


O espetáculo é composto por 3 textos independentes que tematizam a SOLIDÃO através da leveza do humor. Fugindo dos clichês dramáticos, normalmente associados ao tema, as personagens Geneviève, Toni e Lucy compartilham a insegurança, a frustação e até o desejo de se sentirem sozinhos, garantindo momentos de muita diversão. Com trilha sonora original e executada ao vivo, a peça promove um jogo de interação contínuo entre personagem e música, num diálogo irreverente que traz movimento e beleza ao espetáculo. Este espetáculo vincula-se ao grupo de Pesquisa Vocalidade & Cena, que desde 2003 concentra sua produção artística e conceitual sobre o fenômeno acústico, a partir da performance da palavra em cena.

Texto: Vicente Pereira Direção: Fernando Martins
Com: Fernando Martins e Luiz Felipe Ferreira
Trilha Original: César Lignelli

Dia: 24 a 27/06/2010Local: Teatro Goldoni – Casa D’Itália 208/209 sul. De quinta a sábado, às 21h e domingo às 20h.

Preço: R$20,00 e R$10,00 (meia) Horário: 21h e domingo às 20h


"Diário de um Louco"


O espetáculo Diário de um louco, texto de Nicolai Gogol, adaptado, por Rubem Rocha Filho e dirigido por Cesário Augusto, volta agora ainda mais vigoroso aos palcos da cidade, depois de 13 anos.

Sozinho no palco, o ator Adeilton Lima constrói em cena o peculiar universo de um funcionário público da Rússia do século XIX. A montagem explicita a atualidade temática de um dos mais belos contos de Nicolai Gogol.

Local: Espaço Cultural Mosaico
Dia: de 25 a 27 de junho
Sexta e sábado, às 21h
Domingo, às 20h
SCRN 714/715 Norte. Bl. "D". loja 16 (entrada pela rua interna)
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00

Jogo de Cena - Especial Copa


No mês Junho, aproveitando que o futebol está dominando o mundo, realizaremos nossa edição especial da COPA. Como de costume o programa contará com a apresentação, ginga e toda a malemolência da nossa dupla de craques do humor, Welder Rodrigues e Ricardo Pipo. Integrantes da Cia. Comédia os Melhores do Mundo, eles serão os árbitros das brincadeiras futebolísticas propostas pela produção para a platéia.

Disputa de pênaltis vendados; Controle com a Jabulani e Futebol feminino serão algumas das brincadeiras propostas. Como prêmio, para as pessoas da platéia que participarem, teremos camisetas do Jogo de Cena, Crepes do C´est si Bom e réplicas Adidas da bola Jabulani.

Local: Teatro da Caixa - SBS Qd. 4, Lt. 3/4, anexo à sede da Caixa Econômica Federal - Asa Sul - 3206-9448/6456
Data: 30/06/2010, às 20h
ingresso: R$ 20 e R$ 10

O CASA XV - Participa do Movimento Maradona Pelado Não


Em epóca de copa do mundo, o CASA XV diz não ás peripécias da seleção argentina.

Praça dos Cristais - Brasília

Para quem não conhece Brasília ou não conhece a praça lá vai...




Teatro Nacional Claudio Santoro - Forma e Perfomace Eduardo Cabral

Este livro-guia conta a historia do Teatro Nacional, construção, espetáculos, forma e perfomace deste robusto senhor. Obra rica em fotos, dados históricos, plantas, depoimentos, obras plásticas sobre o TNCS e conta também com um CD-ROM.

Coordenação editorial e produção - Eduardo Cabral - Instituto do Terceiro Setor - patrocínio FAC - DF.

Nomes como Maria Elisa Costa, Oscar Niemeyer, Bruno Contarini, Athos Bulcão, Milton Ramos, Glauco Campelo, Villa-Lobos, Elza Kazuko Gushiken, Quarteto de Cordas da UnB, Sônia Born, Eliana Carneiro, José Eduardo Garcia, alberto nepomuceno, aldo calvo, Alfredo Ceschiatti, Burle Marx, Claudio Santoro, Dercy Gonçalves, Lucio Costa, Marianne Peretti, Martins Pena, Milton Ramos, Silvio Barbato, Asta-Rose Alcaide, Jorge Antunes, Dulcina de Moraes, Ferreira Gullar, Rogério Duprat, Hugo Rodas, Humberto Pedrancini, Laís Aderne, Ary Parrarraios, Kazuo Ohno, Roberto Carlos, Fernanda Montenegro, Rosa Passos, Adriano Faquini, Maura Baiocchi, Simone Reis, Márika Gidali, Joel Bello Soares, Legião Urbana, Os Melhores do Mundo, Renato Matos, entre outros em 120 páginas maravilhosas.

"Jardim Suspenso" - FUNARTE

A peça "Jardim Suspenso", do dramaturgo, poeta e romancista português Abel Neves, Prémio Luso-Brasileiro de Dramaturgia António José da Silva 2009, sobe hoje à cena no Teatro Funarte Plínio Marcos, às 21 horas, em Brasília.
Em "Jardim Suspenso", Abel Neves relata-nos a história de Luzia, uma jovem que vive em conflito com a família, ao mesmo tempo que idealiza o amor de seu irmão.
Criado em 2006 pela Fundação Nacional da Arte/Funarte, do Brasil, e pelo Instituto Camões, de Portugal, o Prêmio Luso-Brasileiro de Dramaturgia tem por objetivo fomentar as várias manifestações da escrita dramática em língua portuguesa. O vencedor obtém a publicação e encenação da sua peça em ambos os países.

Abel Neves nasceu em Montalegre, Portugal, em 1956, tendo já vasta obra publicada, incluindo no Brasil. Iniciou a sua atividade dramatúrgica em 1979, como ator do grupo de teatro A Comuna, onde permaneceu 12 anos. Autor, também, de textos para televisão, publicou o seu primeiro romance, Corações Piegas, em 1996, seguido de Asas, para que vos quero, em 1997. No ano seguinte, publicou o livro de poesia Eis o Amor, a Fome e a Morte e, em 2002, um volume de ensaiors - Algures entre a resposta e a interrogação.
A peça fica em cartaz em Brasília até domingo, dia 27.

Data:de 23 a 27 de junho de 2010
Local :Teatro Plínio Marcos - Complexo Cultural FUNARTE
Hora: Quarta a Sábado ás 21h Domingo ás 20h
Ingressos: Entrada Franca - senhas distribuidas a partir das 16h
Informações: Kátia Turra (61) 9224 72 94 - Arthur Herdy (61) 9202 3111


Programa Oi Novos Brasis 2010


Programa Oi Novos Brasis 2010. Uma nova etapa e um desafio ainda maior, do tamanho deste país: contribuir para transformar a realidade de milhares de pessoas em centenas de comunidades. Da grande cidade ao pequeno município da última fronteira. Seu projeto pode fazer toda a diferença, inédito ou em novo estágio, buscamos ideias criativas, com a marca da singularidade e a intenção solidária e cidadã.

Oi Novos Brasis 2010. Inscreva seu projeto ainda hoje. Juntos, vamos demarcar novas fronteiras, no espaço de cidadania.

Inscrições de 25 de maio a 26 de julho de 2010.

Os projetos deverão ser inscritos exclusivamente pelo site oifuturo.org.br/oinovosbrasis2010, através do preenchimento doformulário de inscrição. Antes de iniciar este processo, recomendamos que você faça o download do formulário de inscrição em pdf aqui.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

O Teatro Mágico - Em Brasília 06/2010

Parabéns ao Teatro Mágico

Carroça de Mamulengo - Em Brasília 06/2010

Prata da CASA O Brasil Rural Contemporâneo recebeu vários grupos de teatro e cultura popular. entre eles o carroça de mamulengo, parabéns a este grupo maravilhoso. Em breve ...

Yoga Voice - Vox Mundi


Dia 27/06 /2010
temos um encontro no Parque Olhos D'água Domingo ás 11h

A plena atenção ao momento presente. A voz segue o ar e a mente segue a voz e, seguindo nesse estado de atenção e escuta, a prática da meditação sônica favorece a união dos níveis físico, mental e espiritual: o Yoga da voz.

A intenção de unir o corpo, a mente e o espírito põem em movimento o mecanismo da descoberta e pode ser que aconteça um vislumbre da Consciência Cósmica, a união com o Todo indivisível.

Nesse estado de potencialidades poderemos dar, como humanidade, um salto evolutivo, ao percebermos que não estamos isolados. Acredito que essa é a cura para os males que nos afligem: a depressão, o sentimento de desamparo, de fracasso e de culpa.

Estou no caminho, com alegria e gratidão, com a responsabilidade de fazer escolhas construtivas e aproveitando as chances de oferecer algo.
Para saber mais: Site Yoga Voice Brasília

“A CHÁCARA DA DONA COTA” - Álvaro Luiz Cardoso


SERÁ LANÇADO NO MEMORIAL E NO FESTIVAL

O livro do poeta, compositor e teatrólogo Álvaro Luiz Cardoso será lançado com noite de autógrafos no Memorial Maestro George Henry (02/07) e na abertura do 10º Festival de Inverno de Amparo (03/07).

Um show poético-musical e uma performance poética marcam a apresentação ao público do livro “A Chácara da Dona Cota”, de Álvaro Luiz Cardoso. A noite de autógrafos será realizada no Memorial Maestro Georges Henry no dia 02 de julho a partir das 20 h., com a participação especial dos músicos Elizeu Tácito (violão) e Zeca de Souza (percussão). O lançamento oficial ocorre no dia 03 de julho no CITEC (Centro de Informações Turísticas e Culturais), às 18h00, abrindo a programação do 10º Festival de Inverno de Amparo, quando o autor realizará uma performance poética.

“A Chácara da Dona Cota” exalta as emoções da infância e da vida no campo

Álvaro Luiz Cardoso reúne nesta obra inédita a melhor tradição da literatura infantil brasileira. Não é por acaso que o universo da infância na roça, com suas aventuras e emoções, está presente no livro. O autor revela que o verdadeiro mote da criação surgiu de suas reminiscências dos anos 50 e 60. “Busquei sentimentos de uma época em que as relações eram mais diretas e puras e com isso recriei o mundo encantado da infância e da vida no campo”, declarou. “Álvaro Luiz Cardoso fala direto ao leitor e sabe contar histórias de modo inusitado e humorado”, avalia a musicista e poetisa Lilia Rosa, que prefaciou o livro.


Sua veia lírica de multiartista está no livro “A Chácara de Dona Cota” e suas histórias pitorescas.

“Com o ar fresco da manhã batendo nas frutas do pomar e a incansável lida doméstica das personagens, bichos e homens vivenciam um momento mágico da vida de um país, que precede uma fase marcante de grandes transformações, com a passagem da pitoresca e rústica vida rural do fogão a lenha, para uma vida urbana bem mais complexa com automóveis e fogões industriais”, explica o autor.

“É um livro de literatura infantil, mas temos certeza que vai agradar a todos os públicos. Temos orgulho de poder lançá-lo em Amparo, a capital cultural do Circuito das Águas”, declara, com entusiasmo, Paulo Fernandes, diretor da Reverbo Editora.


Ricamente ilustrado por Carlos Martins, um dos mais promissores artistas plásticos de Amparo e região, que se dedicou junto com o autor a inúmeras sessões de viagens criativas até chegar ao resultado mais almejado, mais apropriado e ao mais empático entrosamento entre a escrita e o desenho.

“Em sua primeira experiência como ilustrador, Carlos também demonstra sua habilidade e competência. Não é a toa que eu o considero, uma verdadeira revelação, a verdadeira `prata da casa´ amparense”, diz Álvaro.


O artista multifacetado

Álvaro Luiz Cardoso é um artista de inúmeras facetas, reunidas no poeta, compositor, cantor, ator e talentoso diretor teatral. Nasceu em Jaú – SP em 1953, mas foi na cidade de Lins que começou a compor e a encenar. Ingressou na USP em 1973, onde se formou em Teatro. A partir daí consolida uma produtiva carreira artística. Em sua fase paulistana, além dos grandes eventos populares que produziu na Anhembi (Empresa de Turismo e Eventos da Cidade de São Paulo) atuou ao lado de nomes singulares como Carmen Paternostro (Pagu Teatro Dança), Iacov Hillel, Luis Melo, Bete Coelho, entre outros.

Autor de um vasto repertório musical, teve várias composições premiadas em festivais de MPB. Reside em Amparo desde 2006, onde foi um dos fundadores da “Casa do Teatro”. Participou como ator e autor da música original do longa-metragem “Sinfonia dos Sisos” de Alexandre Cruz (2007), mas foi como produtor executivo que teve atuação decisiva na viabilização das locações, edição e finalização do mesmo. Atualmente conclui a produção do show “Destaque” só com músicas autorais. Este projeto ganhou o Prêmio Estímulo do X Festival de Inverno de Amparo e que será gravado em CD e DVD. Sua apresentação no X Festival de Inverno será no dia 30/07/10, às 21 horas, no Palco do Lago com um grupo de 14 músicos convidados, e a maestria de João Teixeira como arranjador e diretor musical. Neste dia ele também comemora seu aniversário e seus 40 anos dedicados à arte. Considerado um dos mais produtivos poetas independentes da geração 70, com cinco obras publicadas, esta é sua primeira incursão no universo da literatura infantil.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Coco de Umbigada no São João de Olinda (PE)


Fonte:Jornal iTEIA


O Terreiro da Umbigada comemora o dia de São João no dia 23 de Junho pelas ruas de Olinda.
Estão todos convidados para brincar,
cantar e dançar com a espiritualidade das festas juninas, tão conhecidas nesta região brasileira.

Nesta sambada, o Ponto de Cultura Coco de Umbigada,
promete uma estrutura incrementada com mais um toldo,
e maior proteção contra a chuva,
que é companheira de sempre nas festas juninas da cidade.

A festa inicia às 21h, na Rua João de Lima - Guadalupe