quinta-feira, 29 de abril de 2010

Tartufo - Jean-Baptiste Poquelin - (1622 - 1673)


Comédia em 5 atos, e uma das mais famosas da literatura francesa em todos os tempos. Sua primeira encenação data de 1664 e foi quase que imediatamente censurada pelos devotos religiosos que, no texto, foram retratados na personagem-título como hipócritas e dissimulados.

Os devotos sentiram-se ofendidos, e a peça quase foi proibida por esta razão, pelos tribunais do rei Luís XIV onde tinham grande influência.

No nosso idioma, o termo tartufo, como em outro idiomas, passou a ter a acepção de pessoa hipócrita ou falso religioso, originando ainda uma série de derivados como tartufice, tartúfico ou ainda o verbo tartuficar - significando enganar, ludibriar com atos de tartufice. Em época de Mensalão é um excelente texto para ser explorado. Viva a Molière!!!

Para saber mas: SITE

A Nossa Cidade – Thornton Wilder (1897 - 1975)


peça em três atos

conta-nos a história de uma pequena Cidade. O dia-a-dia da cidade desfila diante dos olhos conduzido pela narração de dois dos seus moradores, anfitriões da folia que celebra o milagre do Funchal, que, pouco a pouco, nos relatam vida de alguns dos seus habitantes.

Pequenos dramas, tons de comédia, namoros, intrigas, o descascar das ervilhas, o leiteiro que entrega o leite, os jovens que namoram, os primeiros sintomas de reumatismo, os segundos sintomas de reumatismo, os (milhões de) anos que passam, o comboio que parte para o Monte, um dragoeiro... o tempo como condutor da festa da vida e da morte.

Para saber mais: SITE

Timochenco Wehbi - (1943-1986)


Dramaturgo e Sociólogo

Este brasileiro nasceu em Presidente Prudente – SP. Timó, começou seu mergulho teatral em 1960 e ainda neste período (1968), anos de chumbo, foi um dos fundadores do Teatro da Cidade, na cidade paulista de Santo André. Em 1970 a peça A Vinda do Messias é montada pelo diretor Emilio di Basi. Logo em seguida 1973 estréia a a peça de maior sucesso do dramaturgo, A dama de copas e o rei de Cuba. A partir de então o ambiente dos cortiços paulistanos gera montagens em todo pais e até mesmo em Portugal. Outro texto muito admirado por atores e diretores é A Perseguição (ou O Longo Caminho de Zero a Ene (1974)) peça de absurdo em um ato, subdivido em cinco fragmentos. No mesmo ano estréia Palhaços, uma surpreendente disputa nos bastidores de um circo decadente. No ano seguinte (1975) Bye Bye Pororoca é montado por Antônio Abujamra. No ano de 1977 seu texto As Vozes da Agonia — ou Santa Joana d'Arc ou Santa Joaninha e Sua Cruel Peleja Contra os Homens de Guerra, Contra os Homens d'Igreja, recebe menção honrosa do Prêmio Anchieta. E esta obra até o momento ainda não foi encenada nos palcos. Em 1980 participa de uma criação coletiva de teatro jornal para a revista do Bexiga nº 0. seu texto Erro de Cálculo ainda está por ser terminado (quem sabe, nós façamos um exercício para este fim!). chegando no ano da morte de Timochenco Wehbi, temos seus últimos trabalhos, Morango e Chantilly e Curto Circuito. Ambos os textos circulam o psicodrama e fazem um mergulho de dentro para fora das personagens, brincando com a questão de espaço tempo.

Para saber mais: Leia o livro O Teatro de Timochenco Wehbi

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Brasilia, outros 50




Programa Brasília,outros 50 - Teatro

Destaque para o lançamento do Guia de Teatro de Grupo do Distrito Federal
dia: 20/04/2010 ás 20h Foyer do Teatro Plínio Marcos - FUNARTE

Programa Brasília, outros 50 - Cultura Popular


Programa Brasília, outros 50 - Circo


Programa Brasília, outros 50 - Audiovisual


Programa Brasília, outos 50 - Arte Digital


Programação Brasília, outros 50 - Cultura Digital e Artes Visuais


Programação Brasília,outros 50 - Palco Cassia Eller


Programação Brasília, outros 50 - Diversidades


Programação Brasília, outros 50 - Samba


Programação Brasília, outros 50 - Hip Hop


sábado, 17 de abril de 2010

Teatro: Raul Franco "Fico Assim Sem Você"

Convite Brasilia Outros 50

Brasília, outros 50 - Palco Hip Hop


Fonte: brasilia outros 50

Pessoal segue a programação da área de música.

Programação da Música - Dia 21

PALCO HIP HOP

14:00 OFICINA DE CAPACITACAO COM O MIN. DA CULTURA - PREMIO HIP HOP
16:00 DJ ELYVIO
16:30 RETRATO FALADO
17:00 ATITUDE POSITIVA
17:30 MAVERICK
18:00 COMUNICACAO RACIAL
18:30 DJ OCIMAR
18:45 BSB GIRLS


19:00 HOMENAGENS
19:15 ATITUDE FEMININA
19:45 VOZ SEM MEDO
20:15 CÓDIGO PENAL
20:45 TROPA DE ELITE
21:15 DJ TDZ
21:30 DF ZULU BREAKERS
21:45 BELA DONNA
22:15 3UMSÓ
22:45 TRIBO DA PERIFERIA
23:15 VADIOS LOKOS
23:45 PACIFICADORES


0:15 DJ JUNIOR KILLA
0:45 PROVÉRBIO X
1:15 DINO BLACK
1:45 DJ DONNA
2:15 SUBURBANOS
2:45 ARSENAL DO GUETO
3:15 DEF MCS
3:45 DJ JAPA GIRL
ENCERRA AS 4:10

Brasília, outros 50 - Tenda Cyber Regional


Fonte: brasilia outros 50

Pessoal segue a programação da área de música.

Programação da Música - Dia 21

TENDA CYBER REGIONAL

8:00 DJ TUDO
9:00 MARCONDES VIEIRA & SIRI
10:00 NAGÔ
11:00 MÁRCIO COSTA
12:00 PAULA ZIMBRES
13:00 VIGILANTE
14:00 TUY
15:00 SARTÓRIO
16:00 SHE-HA & XENA
17:00 NONATO DENTE DE OURO & ESQUADRÃO DE ÉBANO
18:00 MEGATON DUB

19:00 HIGOR
20:00 HERMETO
21:00 MAZE ONE
22:00 BARATA
23:00 CHICCO AQUINO

0:00 DREZIN
1:00 GUSTAVO FK - LIVE !!!
2:00 RAUL MENDES
3:00 GARU
4:00 FELIPE ALONSO
5:00 CH5 & Jair Santiago

6:00 DREADS CONTROL
7:00 LÓGICA

Brasília, outros 50 - Palco Samba


Fonte: brasilia outros 50

Pessoal segue a programação da área de música.

Programação da Música - Dia 21

PALCO SAMBA


15:30 Abertura - Sarau Radicais livres
16:00 AMIGUETO
17:45 CACA PEREIRA

19:00 INTERVALO - RADICAIS LIVRES

20:00 GRUPO KARAMBA
21:15 GRUPO SEM KAO
22:30 KRISS MACIEL E BANDA
23:45 GRUPO OS CRIOLOS
1:00 GRUPO TALISMÃ
ENCERRA AS 2:00

Brasília, outros 50 - Palco Atitude


Fonte: brasilia outros 50

Pessoal segue a programação da área de música.

Programação da Música - Dia 21
PALCO ATITUDE

15:30 Abertura - Sarau Radicais livres
16:00 ELETRODOMESTICS
16:45 BROWN-HA
17:30 VALDEZ
18:15 LUCY & THE POPSONICS
19:00 INTERVALO - RADICAIS LIVRES
20:00 AMANITA
20:45 10ZER04
21:30 TRAMPA
22:15 ETNO
23:00 ROCAN + TIHUANA + MASKAVO + ORAPPA
0:00 DILLO E A GANG
0:45 FREJAT
2:00 DIBORESTI

2:45 TOTEM

ENCERRA AS 3:15


Brasília, outros 50 - Palco Diversidades


Fonte: brasilia outros 50

Pessoal segue a programação da área de música.

Programação da Música - Dia 21

PALCO DIVERSIDADES

15:30 Abertura - Sarau Radicais livres
16:00 MANDRÁGORA
16:45 TONINHO MAIA
17:30 LIGA TRIPA

18:15 FRIENDS

19:00 INTERVALO - RADICAIS LIVRES
20:00 FERNANDO CORBAL
20:45 RÊNIO QUINTAS TRIO
21:30 CÉLIA PORTO
22:15 CACAI NUNES + ROBERTO CORREA
23:00 STHEL NOGUEIRA E PAULINHO PEDRA AZUL
0:00 RECO DO BADOLIM
0:45 BOSSA FUNK, THAIS UESSUGUI E ROGÉRIO MIDLEJ
2:00 SUPER STEREO SURF
2:45 MÓVEIS COLONIAIS DE ACAJÚ

ENCERRA AS 3:30

Brasília, outros 50 - Palco Cássia Eller


Fonte: brasilia outros 50

Pessoal segue a programação da área de música.

Programação da Música - Dia 21

8:00 QUARTETO DE BRASÍLIA
9:00 ASSUNTO GRAVE E BETH ERNEST DIAS
10:00 PIANOS - PIANO SOLO: ALDA MATTOS E Andre von Frasunkiewicz
10:30 PIANOS - DUO DE PIANO CHUN - FRANCISS
11:15 TRIO RENASCENÇA
12:15 AMOR EM PEDAÇOS - DENISE TAVARES E BEATRIZ SALLES - Canto e Piano
13:00 URUÁ TRIO
14:00 QUINTETO BRASÍLIA ENSEMBLE
15:00 ODETTE ERNEST DIAS E ELZA KAZUKO
16:15 MARAMBAIA
17:00 PABLO FAGUNDES QUARTETO
17:45 TED FALCON QUARTETO
18:30 GRUPO TAKTO

19:15 ALMA BRASILEIRA TRIO
20:00 AMOY RIBAS QUARTETO
20:45 NILSON LIMA
21:30 CLODO FERREIRA
22:15 PAULO DJORGE
23:00 PAULA NUNES
23:45 CEZAR DE PAULA
0:30 SATANIQUE SAMBA TRIO
1:15 TORO DE PALPITES

2:00 BESOURO DO RABO BRANCO
2:45 CACHORRO DAS CACHORRAS
3:30 HMACOI
ENCERRA AS 4:00

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Mostra Itinerante de Mamulengo


17/04 - ás 16h Ponto de Cultura Ciartcum


18/04 - ás 16h Ponto de Cultura Invenção Brasileira
QSB 12/13 - Mercado Sul

(61) 3352 5054

3ª Mostra Alagoana Teatro do Oprimido


Fonte: CTO

Nos dias 23 e 24 de abril, acontece no Teatro Linda Mascarenhas, em Maceió, a 3ª Mostra Alagoana Teatro do Oprimido de Ponto a Ponto – Encontros e Práticas em Maceió, quando multiplicadores da metodologia criada pelo teatrólogo Augusto Boal, se reúnem para discutir seus saberes e práticas realizadas no Estado desde 2007. Durante o evento o público vai assistir a duas peças teatrais encenadas por grupos de Alagoas. Ao final de cada apresentação alguns dos espectadores serão convidados a subir ao palco e, trocando de lugar com o protagonista, mostrar alternativas aos problemas encenados. Nas peças os atores encenam episódios da vida como ela é.

Acontece ainda: o lançamento do livro póstumo do teatrólogo e ensaísta Augusto Boal, A Estética do Oprimido, considerado o testamento artístico do teatrólogo; exposição de produtos artísticos produzidos pelos grupos locais; palestra; e exibição de um curta metragem. Na sexta-feira (23/4) acontece uma oficina da Estética do Oprimido para 30 pessoas, que deverão se inscrever previamente.

“O Segredo para o Suce$$o”


“O Segredo para o Suce$$o” é uma comédia no sentido mais literal dessa palavra. São cinco esquetes, em um único ato, que levam a platéia a se contorcer de tanto rir ao longo dos 70 minutos da apresentação. Parodiando a literatura de auto-ajuda, o grupo constrói situações capazes de levar até os espectadores mais sisudos às gargalhadas. Há receitas para se obter o sucesso (ou suce$$o, como eles dizem) no trabalho em equipe, com as mulheres, na balada, sob pressão, em situações adversas, nas crises de TPM, na dança, na vida como um todo e até quando tudo parece dar errado.

Dia: 17 e 18 de abril. Sábado e domingo.
Hora: Sábado e Domingo às 20h.
Local: Teatro dos Bancários 314/315 sul
Fone: (61) 3262 9090
Ingressos: no local

The Voca People - Tour 2010


De 18 a 23 de maio, Brasília recebe as apresentações do The Voca People, no Teatro Nacional Sala Villa Lobos. O grupo tem oito pessoas que produzem sons somente com os recursos da voz sem utilizar nenhum instrumento.

Ao total, são quase duas horas de show, onde os artistas fazem uma viagem musical, passando pelo rock, canções românticas, temas de cinema e até música clássica. Além disso, os oito personagens ainda misturam com o espetáculo com uma apresentação teatral cômica.

Dia 18 a 23 de maio
Hora: de quarta a sábado - 21h / domingo 18h/21h (duas seções)
Teatro Nacional - Sala Villa Lobos
IPara saber mais:
SITE

"As Invejosas"











"As Invejosas" com Alexandre Ribondi e dirigida por Sérgio Sartório
A peça é baseada nas catástrofes nacionais. A trama gira em torno de duas personagens: Pig Leitão, mulher de político que tem que viajar ás pressas para Miami: e Pururuca, manicure, moradora do P. Sul. Após o encontro entre as duas a Caixa de Pandora começa a se abrir... vale a pena assistir.


Dia: 17 e 18 de abril. Sábado e domingo.
Hora: Sábado às 21h e Domingo às 20h.
Local: Teatro do Espaço Cultural SESI, QNF 24 Área Especial, Taguatinga Norte.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00
Para saber mais: SITE

Espetáculo "Insight"


O espetáculo Insight - Um encontro entre teatro e a ópera nas histórias e nas vozes de almas femininas é uma intrigante viagem viagem pelos rastros de memória e incrível imaginação de duas mulheres que não se conhecem e que ao despertar se encontram trancadas num lugar desconhecido. além disso, é uma simbiose entre teatro e a ópera pela interpretação de canções famosas.

Dia 28 de Abril 20HS
SESI - Taguatinga / DF
Ingressos gratuitos e limitados
Para saber mais:
SITE

"Renato Russo a peça"


No aniversário de 50 anos de Brasília, o Teatro Yara Amaral - SESI de Taguatinga oferece o espetáculo "Renato Russo a peça" com Bruce Gomlesvsky e de Direção: Mauro Mendonça Filho.
O espetáculo vale a pena ser visto.

Dia 21 de Abril 20HS
SESI - Taguatinga / DF
Ingressos gratuitos e limitados
Para saber mais: SITE

domingo, 11 de abril de 2010

“Histórias de Teatro e Circo” - Cia Carroça de Mamulengos

É a cristalização de momentos vivenciados pela Família Carroça nos seus 32 anos de vivência artística.
As cenas e os bonecos foram criados a partir do nascimento e crescimento de cada filho, conhecimento passado de irmão para irmão. Revelam o amadurecimento de uma família que surgiu e se desenvolve a cada dia, a cada espetáculo, onde o palco é um espaço natural, uma extensão do próprio lar.
É um espetáculo em constante transformação e aprimoramento. Sintetiza uma linguagem lapidada por anos de estrada, apresentando em ruas, praças, escolas, teatros e festivais. Através de uma comunicação direta, busca-se uma arte viva que toque corações de adultos e crianças.
Brasília será previlegiada com a presença destes parceiros e suas histórias, no decorrer do mês de abril teremos uma entrevista muito especial com essa família maravilhosa. Aguardem!

Dia 14 de Abril 19HS
SESI - Taguatinga / DF
Ingressos limitados
Para saber mais: SITE

Centenário Guimarães Rosa - A hora e a vez de Augusto Matraga


O conto A Hora e vez de Augusto Matraga teve sua estréia nos palcos em 2008, fazendo parte das comemorações do centenário de João Guimarães Rosa. Com André Paes Leme.


Local: Sala Martins Penna - Teatro Nacional, Setor Cultural Norte - Asa Norte

Data: Sexta e sábado, às 21h. Domingo, às 20h
Preço inteira: R$ 20
Preço meia: R$ 10
De: 16/04/2010
Até: 18/04/2010

Os Monólogos da Vagina


Espetáculo, adaptado e dirigido por Miguel Falabella, tem como base do texto depoimentos verídicos de mais de 200 mulheres de uma maneira bem humorada.

Local: Sala Villa-Lobos - Teatro Nacional, Setor Cultural Norte - Asa Norte

Data: Sexta e sábado, às 21h. Domingo, às 20h
Preço inteira: R$ 70
Preço meia: R$ 35
De: 16/04/2010
Até: 18/04/2010

O julgamento


Espetáculo trata das mazelas do homem contemporâneo frente às estruturas complexas de sociedade e de idéias que ele mesmo constrói para si.

Direção, texto e figurinos: André Garcia. Atores: Leudo Lima, André Garcia, Lina Borba e Murici Galasso.


Local: Teatro Sesc Garagem - 913/Sul - Asa Sul
Data: Sexta e sábado, às 21h. Domingo, às 20h
Preço inteira: R$ 20
Preço meia: R$ 10
De: 09/04/2010
Até: 18/04/2010

Com o Diabo no Corpo


Sem papas na língua e ostentando máscaras feitas com algodão, jornal, resina e látex, numa técnica que ele pesquisa há 15 anos, Leonardo Braga, em cena, busca ecoar as observações do dia a dia, tendo apoio da improvisação.

Local: Teatro Goldoni - Casa d’Italia EQS 208/209 - Asa Sul

Data: Sextas e sábados, às 21h. Domingo, às 20h.
Preço inteira: R$ 20
Preço meia: R$ 10
Até: 11/04/2010

Tipo Eilas


Atuação, direção e texto de Cláudio Falcão.

Berenice abre alas se preparando para ser madrinha de um casamento que ocorrerá no período da manhã. Em seguida, Gorete entra gloriosamente em cena, gravando um vídeo para se inscrever na próxima edição do BBB. Na terceira e última esquete, a irreverente adolescente Mary cria um grave problema com sua emblemática frase "tipo assim" ao tentar gravar um comercial de shampoo.



Local: Espaço Mosaico (714/715 Norte)Asa Norte

Data: Sábado às 21h. Domingo, às 20h
Preço inteira: R$ 40
Preço meia: R$ 20
De: 03/04/2010
Até: 02/05/2010

Mostra Caravana Seu Estrelo


Os integrantes do grupo Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro durante 16 meses mergulharam no universo das tradições, visitaram doze importantes manifestações populares, onde dançaram, cantaram, trocaram saberes e registraram a riqueza da cultura local. E para a comemoração do aniversário da sonhada capital, Seu Estrelo revela um pedaço do que a cultura popular construiu nesses 50 anos de história na MOSTRA CARAVANA SEU ESTRELO.

Dia 17 de abril

Sede do Grupo Seu Estrelo (813 sul)

17h – Roda de Conversa

20h – Apresentação do Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro

Dia 18 de abril

No Espaço Cultural Renato Russo – 508 sul

A partir das 16h: - Abertura da Mostra Fotográfica

-Lançamento do Diário de Bordo

- Apresentações Culturais

MOSTRA BAHIA DE TEATRO DO OPRIMIDO


Fonte: http://ciateatrosolidario.blogspot.com


Teatro do Oprimido de Ponto a Ponto – Encontros e Práticas no Pelourinho - 20 de abril - GRÁTIS

Dia 20 de abril, às 18h, no Teatro SESC SENAC Pelourinho, em Salvador, venha PARTICIPAR da Mostra Teatro do Oprimido de Ponto a Ponto - Encontros e Práticas no Pelourinho, junto com multiplicadores e praticantes do método criado pelo teatrólogo Augusto Boal, através das peças de Teatro-Fórum: SOS HOSPITAL, da Companhia de Teatro Solidário de Brotas e MULHER, ALVO DE VIOLÊNCIA, do Grupo Juventude Guerrilheira Contra Opressão, do Assentamento Aliança – Boa Vista do Tupim. No Teatro-Fórum a platéia é convidada a PARTICIPAR, entrando em cena para substituir o protagonista para mostrar alternativas aos problemas encenados. Nas peças os atores encenam episódios da vida real de pessoas e suas relações de conflito com a sociedade.

Teatro do Oprimido de Ponto a Ponto - Encontros e Práticas no Pelourinho

Local: Teatro SESC SENAC Pelourinho
Largo do Pelourinho n° 19 – tel. (71) 3324-4520

Dia 20 de abril

Horário: 18 às 22 horas

Classificação indicativa: LIVRE

Ingressos GRÁTIS

sábado, 10 de abril de 2010

Brasília, outros 50 – 20 a 23 de abril


50 horas de arte e cultura porque a gente merece.

GOG e convidados

Alexandre do Natiruts

Fernando Anitelli do Teatro Mágico

Célia Porto

Móveis Coloniais de Acaju

Ellen Oléria

Jah Live

Liga Tripa

Sandra de Sá

Frejat

Pé de Cerrado

Mais de Mil Artistas da Cidade e Convidados de Todo Brasil

Música, Cinema e Vídeo, Cultura Popular, Dança, Circo, Teatro, Artes Visuais, Arte Digital, Artesanato e muita POESIA.

Local: Complexo Cultural FUNARTE (ao lado da torre de TV )

Para saber mais: www.brasiliaoutros50.blogspot.com

“As Coisas”


O CCBB Brasília apresenta, de 16 de abril a 2 de maio, o espetáculo “As Coisas”, da companhia carioca Teatro Portátil. O trabalho, destinado a crianças e adultos de todas as idades, foi criado a partir do livro homônimo de Arnaldo Antunes, publicado em 1992, pela Editora Iluminuras.

“As Coisas” é um espetáculo que mistura diversas linguagens: teatro de animação, música e artes visuais. No palco, coisas, coisas, muitas coisas. As coisas de Arnaldo Antunes, poesias e músicas. As coisas da menina Dudu, que nos apresenta o mundo de forma tão especial.
Coisas que produzem som, guitarra, bateria, teclado, uma divertida banda de rock. Coisas que produzem imagens das coisas, luz, câmera, cinema feito ao vivo. Coisas de plástico, pequenos objetos achados na areia da praia que, manipulados em cena, formam figuras de coisas que não cabem no teatro, o sol, o mar, o planeta.

Ficha Técnica
Criação – Cia Teatro Portátil
Direção – Alexandre Boccanera
Elenco – Flávia Reis, Julia Schaeffer e Guilherme Miranda
Direção Musical – Guilherme Miranda
Direção de Arte e Vídeo – Ricky Seabra
Cenografia – Aurora dos Campos
Figurino – Ronaldo Fraga
Iluminação - Aurélio de Simoni
Produção – Boccanera Produções Artísticas
Produção Local DF – Nalva Sysnandes
Assessoria de Imprensa – Tato Comunicação e Marketing



Data: 16 de abril a 2 de maio
Horário: Sextas, às 16h | Sábados e domingos, às 16h e 18h (domingo, dia 25, às 15h e 16h30)
Local: Teatro I | SCES, Trecho 2, lote 22
Bilheteria/Informações: Terça a domingo, das 9h às 21h | Telefone: (61) 3310-7087
Ingressos: R$ 15 (inteira) | R$ 7,50 (meia entrada para estudantes, professores, funcionários e correntistas do Banco do Brasil e maiores de 60 anos)
Classificação indicativa: livre
Duração: 50 min.

Os Melhores do Mundo 15 anos

Festival de espetáculos da Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo

Em comemoração aos 15 anos de estrada, uma maratona cênica com os quatro espetáculos da Cia de Comédia os Melhores do Mundo. Veja a programação:

  1. (8/4) quinta, às 21h, Sexo, a comédia.
  2. (9/04) Sexta, às 21h, Hermanoteu na terra de Godah.
  3. (10/04) Sábado, às 18h30 e às 21h, Misticismo.
  4. (11/04)Domingo, às 20h, Notícias populares.
(8/4) quinta, às 21h, Sexo, a comédia.

(9/04) Sexta, às 21h, Hermanoteu na terra de Godah.

(10/04) Sábado, às 18h30 e às 21h, Misticismo.

(11/04)Domingo, às 20h, Notícias populares.

Festival de espetáculos da Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo

Em comemoração aos 15 anos de estrada, uma maratona cênica com os quatro espetáculos da Cia de Comédia os Melhores do Mundo. Veja a programação:

  1. (8/4) quinta, às 21h, Sexo, a comédia.
  2. (9/04) Sexta, às 21h, Hermanoteu na terra de Godah.
  3. (10/04) Sábado, às 18h30 e às 21h, Misticismo.
  4. (11/04)Domingo, às 20h, Notícias populares.
  5. Local: Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional.

Ingressos: R$ 60 e R$ 30 (meia).

Não recomendado para menores de 14 anos.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

COMO AJUDAR OS DESABRIGADOS EM NITERÓI



CHUVA DEIXA 3 MIL DESABRIGADOS EM NITERÓI

Cerca de 3 mil moradores do Morro do Bumba, em Viçoso Jardim, na zona norte de Niterói, ficaram desabrigados após o deslizamento de terra que atingiu o local na noite de quarta-feira (7), deixando ao menos 12 mortos e 21 feridos até a noite desta quinta. Outras 86 pessoas foram resgatadas pelos bombeiros e, segundo estimativas dos bombeiros, cerca de 200 pessoas podem estar nos escombros. De acordo com a prefeitura, 200 bombeiros participaram dos trabalhos de resgate no município, que aconteceu ao longo de toda a quinta-feira. Eles devem permanecer no local até segunda ordem.

As chances de encontrar sobreviventes no Morro do Bumba são remotas. A operação de resgate é dificultada pelas próprias características do lugar. A terra desceu por cerca de 600 metros. A expectativa é que o resgate dos corpos demore no mínimo duas semanas. Niterói é a cidade que registra maior número de vítimas fatais por conta das chuvas (104 mortos, até às 22h de quinta-feira). O prefeito, Jorge Roberto Silveira, decretou estado de calamidade pública no município.

COMO AJUDAR OS DESABRIGADOS EM NITERÓI


Lista do que os desabrigados pela chuva mais precisam (por ordem de importância):

§ Água potável;

§ Alimentos prontos (bolachas, biscoitos, barras de cereais, latas de sardinha e carne enlatada, salsicha e outros mantimentos de fácil manuseio e não perecíveis);

§ Material de higiene pessoal, como escovas e pasta de dente, sabonetes, absorventes femininos e fraldas descartáveis;

§ Produtos de limpeza.


Cuidados para quem pretende fazer as doações:

§ Os alimentos devem estar dentro do prazo de validade e com a embalagem intacta. De preferência, devem ser não-perecíveis;

§ Colchões e roupas de cama devem estar em bom estado de conservação, limpos e prontos para utilização;

§ Roupas e calçados também devem estar limpos e em condições de uso;

§ Sapatos devem estar amarrados entre si (pé direito com esquerdo) e a numeração deve ser marcada do lado externo com caneta;

§ Utensílios domésticos devem estar funcionando e bem conservados.

DESABRIGADOS ESTÃO SENDO ENCAMINHADOS PARA


E.M. Rachide da Glória Salim Sacker – Rua Jandira Pereira, 620/623 – Santa Bárbara. Tel.: 2705-9788/2705-9792

E.M. Ernani Moreira Franco – Rua Bonfim, s/nº – Fonseca. Tel.: 3603-8240/3603-8241

E.M. João Brazil – Lot. Bento Pestana, s/nº – Morro do Castro. Tel.: 3714-8576/3714-8589

E.M. Paulo Freire – Rua Soares Miranda, 77 – Fonseca. Tel.: 2718-5121/2718-5159

E.M. José de Anchieta – Rua B e D, s/nº – Morro do Céu. Tel.: 2618-1549/2618-1535

E.M. Helena Antipoff – Av. Rui Barbosa, 710 – São Francisco. Tel.: 3602-4171/3602-4172

UMEI Antônio Vieira da Rocha – Rua Araújo Pimenta, s/nº – Morro do Estad. Tel.: 2717-2465/2717-2535

UMEI Prof. Nilo Neves – Rua Silveira da Mota, s/n – Boa Vista Fonseca. Tel.: 2629-3443 (THT) / 2629-3426

UMEI Senador Vasconcelos Torres – Est. Frei Orlando, 370 – Jacaré – Piratininga. Tel.: 2709-8070 / 2709-8290

Escola Estadual Duque de Caxias – Rua Albino Pereira, 300 – São Francisco. Tel.: 2710-5201‎

Quadra da Escola de Samba da Grota do Surucucú (Grota e Cachoeira)

Igreja Batista da Grota (Grota e Cachoeira)

Colégio Estadual David Capistriano (Santa Bárbara) – POSTO DE ALIMENTAÇÃO


ACEITANDO DOAÇÕES


Escola Municipal Paulo Freire – Rua Soares Miranda 77, Fonseca. Telefone: 2718-5121

Escola Estadual Alberto Brandão – Rua Castro Alves, 22 – Fonseca

Clube Canto do Rio – Rua Visconde do Rio Branco 701, Centro. Telefone: 2710-0072

Plaza Shopping – Rua Quinze de Novembro 8

Igreja Metodista de Icaraí – Rua Mariz e Barros, n° 163 Icaraí. Tel.: 2612-1143

Curso de Inglês Interface English B.I.A. – Rua Miguel de Frias, 77, sala 809 Icaraí. Tel.: 2717-8080

Studio Solutio – Rua Gavião Peixoto, 148 sala 1002 Icaraí. Tel.: 30260320 / 81535159

Colégio Salesiano – Rua Santa Rosa 207, Santa Rosa. Telefone: 3578-9400

Centro Educacional de Niterói (Centrinho) – Rua Itaguaí 173, Pé Pequeno. Telefone: 2611-0000

Creche do Gema na Martins Torres endereço: Rua Martins Torres 479, Santa Rosa

Colégio Estadual Guilherme Briggs – Rua Doutor Mário Viana 625, Santa Rosa Telefone: 2711-1966

Unilasalle – Rua Gastão Gonçalves, nº79 Santa Rosa. Tel.: 08007093773 / 21006600

Quadra da Escola de Samba Acadêmicos do Cubango – Rua Noronha Torrezão 560, Cubango

Sec. Regional de Piratininga – Estr Francisco da Cruz Nunes, nº6666 Piratininga. Tel.: (21)2609-7575 (21) 2619-8181

Bar do Meio – Av. Almirante Tamandaré, 810, Piratininga. Tel.: 2619-2505

Colegio Pluz – Rua José Bittencourt (antiga Rua 10), nº 20 (antigo Soter) Itaipú. Tel.: 2608-0088 ou 2703-3003

Igreja Presbiteriana Betânia – Av. Rui Barbosa 679, São Francisco

Colaboraram: Marize Camara - Brasil Viagem, Revista Época & Guia de Niterói

quarta-feira, 7 de abril de 2010

2ª Mostra Teatro do Oprimido na Saúde Mental


Acontece nos dias 14 e 15 de abril, no palco do Teatro Adamastor, a 2ª Mostra Teatro do Oprimido na Saúde Mental – Encontros e Práticas em Guarulhos, quando multiplicadores da metodologia criada pelo teatrólogo Augusto Boal se reúnem para discutir seus saberes e práticas realizadas na cidade desde 2006. Nestes dias serão apresentadas peças teatrais com atuação de grupos de Guarulhos, ao final de cada apresentação alguns dos espectadores presentes serão convidados a subir ao palco e, trocando de lugar com o protagonista, mostrar alternativas aos problemas encenados. Nas peças os atores encenam episódios da vida real de pessoas e suas relações com a sociedade.


“O espectador (ou espect-ator) da sessão de Teatro-Fórum não é um consumidor do bem cultural, mas sim um ativo interlocutor que é convidado a assumir o papel do oprimido ou de seus aliados para interagir na ação dramática de maneira a apresentar alternativas para transformar a realidade – ser ator de sua própria vida”, diz a psicóloga Yara Toscano , curinga do Centro de Teatro do Oprimido.


Durante a Mostra acontece ainda: o lançamento do livro póstumo do teatrólogo e ensaísta Augusto Boal, A Estética do Oprimido, considerado o testamento artístico do autor; exposição de produtos artísticos produzidos pelos grupos locais; palestras; exibição de um curta metragem; e a sessão solene simbólica de Teatro Legislativo a partir da cena Dança do Casamento.


“Na sessão de Teatro Legislativo, a platéia, além de fazer as intervenções substituindo o personagem oprimido, pode também sugerir propostas de Lei ou de ações concretas que tragam alternativas ao problema. Com o apoio de um assessor legislativo e um especialista no tema, serão selecionadas duas propostas para serem debatidas e votadas. As aprovadas serão encaminhadas ao Poder Legislativo ou às autoridades competentes. Através do Teatro Legislativo foram criadas 13 Leis Municipais na cidade do Rio de Janeiro, duas Leis Estaduais nesse estado e tramitam no Congresso Nacional dois Projetos de Lei”, afirma Yara.


A Mostra integra o Projeto Teatro do Oprimido na Saúde Mental cujo objetivo é a capacitação e acompanhamento de profissionais da saúde de São Paulo, Rio de Janeiro e Sergipe, nas técnicas do Teatro do Oprimido, levando a transformações políticas e uma relação mais humana entre os pacientes, seus familiares e estes profissionais. O Projeto patrocinado pelo Ministério da Saúde, por intermédio da Coordenação Nacional de Saúde, é uma realização do Centro de Teatro do Oprimido em parceira com a Prefeitura de Guarulhos, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, e apoio da Pfizer.


“De atividades como esta surgiu na cidade de Guarulhos o Núcleo de Saúde e Cultura Augusto Boal, idealizado pelos profissionais da saúde para ser um espaço intersetorial que articule a produção artística dos usuários e dos profissionais da saúde do município, propondo ações conjuntas com a participação da comunidade”, informa o sociólogo Geo Britto, coordenador nacional do Projeto Teatro do Oprimido na Saúde Mental.


2ª Mostra Teatro do Oprimido na Saúde Mental – Encontros e Práticas em Guarulhos


Local: Teatro Adamastor . Endereço: Av. Monteiro Lobato 734, Centro, Guarulhos
Informações: (11) 2443-2168
Capacidade de público: 700 pessoas
Dias 14 e 15 de abril
Horário: 14 às 18h
Classificação indicativa: LIVRE
Ingressos GRÁTIS

PROGRAMAÇÃO:

Dia 14 DE ABRIL


14:00h – Abertura com palavras do Dr. Carlos Derman, secretário de saúde do município, e do sociólogo Geo Britto, coordenador nacional do Projeto Teatro do Oprimido na Saúde Mental; na sequência haverá exibição de vídeo sobre o Projeto.


14:30h – Abertura da exposição e lançamento do livro A Estética do Oprimido, com palestra de Geo Britto, sociólogo e curinga do Centro de Teatro do Oprimido, a respeito da aplicação desta técnica no projeto Teatro do Oprimido na Saúde Mental.


15:00h – Apresentação do espetáculo “Dança do Casamento” com o Grupo Mulheres em Ação, seguido de Teatro Legislativo. Sinopse: A peça conta a história real de uma mulher que sofre violência doméstica e quando resolve se separar do marido e procura ajuda legal, encontra um sistema despreparado. Sobre o Grupo: Composto por profissionais e usuárias da saúde mental que fazem uso de psicotrópicos, com idades de 18 a 60 anos, moradoras do Distrito Dutra Trabalhadores, o grupo foi criado por Gilmara Azenha, assistente social e multiplicadora do Teatro do Oprimido, para atender em grupo os casos de mulheres com transtorno mental da região.


17:30h – Coquetel

Dia 15 DE ABRIL


14:00h – Abertura com fala dos multiplicadores do Teatro do Oprimido de Guarulhos, seguido de exibição de vídeo da Saúde Mental


14:30h – Apresentação de espetáculo “Princesinha do Papai” com o Grupo Primavera, seguido de Teatro-Fórum. Sinopse: A peça conta a história real de uma adolescente que tem dificuldade de travar um diálogo familiar sobre sexualidade e acaba engravidando, o que piora muito sua relação em casa. Sobre o Grupo: Composto por agentes comunitárias de saúde do município com idades de 25 a 60 anos, moradoras do Jardim Primavera, o grupo foi criado por Rozália Martinha Rocha e Valéria Forte, agentes de saúde e multiplicadoras do Teatro do Oprimido, para debater temas pertinentes ao atendimento que realizam na região.


16:00h – Apresentação de espetáculo “E agora Ritinha?” com o Grupo Belvedere, seguido de Teatro-Fórum. Sinopse: A peça conta a história real de uma relação familiar extremamente conturbada, onde uma adolescente de 16 anos sofre opressão psicológica e violência física do padrasto e de sua própria mãe. Sobre o Grupo: Composto por agentes comunitárias de saúde do município com idades de 25 a 60 anos, moradoras da região Cantareira, o grupo foi criado por Márcia Creuza da Silva e Karina Aparecida dos Santos, agentes de saúde e multiplicadoras do Teatro do Oprimido, para discutir temas pertinentes ao atendimento que realizam no município.

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Ney Motta Centro de Teatro do Oprimido
assessor de comunicação
(21) 2539-2873 e 8718-1965
Link do CTO na Nossa lista de links